Post Type

A igreja de Cristo sempre necessitou do poder de Deus para levar as Boas Novas aos perdidos.

Neste terceiro milênio, o povo de Deus está precisando, mais do que nunca, da unção do Espírito Santo para ser luz e sal da terra e enfrentar a incredulidade e maldade dominantes. Sem esse poder, não conseguirá ser a voz profética de Deus neste mundo pecaminoso. Em Atos dos Apóstolos 1:8, lemos um rico texto sobre a promessa de Jesus de enviar o poder do Espírito Santo sobre os seus discípulos. Jesus tinha morrido na cruz do calvário e havia ressuscitado pelo poder divino. Antes de subir aos céus, ele aparece ao seu povo e reafirma a sua extraordinária promessa de enviar o Espírito Santo sobre os seus fiéis seguidores.

Uma capacitação sobrenatural

Jesus nos diz: “Mas recebereis poder…”, Atos 1:8a. O Senhor estava prometendo naquele instante aos seus discípulos que haveriam de receber um poder sobrenatural sobre eles. Essa promessa gloriosa era para os cristãos daquela época e para todos quantos haveriam de nele crer (Atos 2:39). Portanto, devemos buscar de todo o coração essa promessa do Senhor, para que sejamos capacitados pelo Espírito Santo para cumprirmos a nossa missão.

Uma origem celestial

Em Atos 1:8b, lemos “…ao descer sobre vós o Espírito Santo,…”. Essa grande bênção viria dos céus, enviada pelo Senhor. Seria a prova e o testemunho do poder de Deus junto à sua igreja. Precisamos valorizar sobremaneira o cumprimento dessa promessa, pois tal poder envolve coragem, ousadia, confiança, perspicácia, habilidade e autoridade, qualidades necessárias para sermos servos abençoados e usados pelo Senhor no seu propósito de redimir a humanidade.

Uma missão essencial

Jesus prometeu aos seus discípulos que receberiam poder para testemunhar: “...e sereis minhas testemunhas…”, Atos 1:8c. Deveriam realizar o seu trabalho na força do Senhor. Frequentemente tentamos testemunhar pelo nosso poder, sabedoria e autoridade humana. Não podemos realizar o trabalho do Senhor à nossa maneira. Devemos fazê-lo na unção e capacitação divina, para termos êxito e sucesso no exercício de nossas funções ministeriais.

Uma abrangência universal

Conforme Atos 1:8d, o Senhor nos diz que devemos testemunhar o evangelho a todos os povos: “…tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra”. Devemos pregar as Boas Novas em nossa cidade, estado e pais, sem deixarmos de levar a Palavra de Deus às outras nações. Devemos fazer tudo isso ao mesmo tempo. Portanto, devemos orar e cooperar com o envio de missionários a toda tribo, língua, povo e nação. Necessitamos verdadeiramente do poder de Deus para cumprirmos a nossa nobre missão de testemunhar o evangelho a todas as pessoas famintas e sedentas. Que Deus nos capacite.

 

Pr. Advanir Alves Ferreira