Post Type

A humanidade herdou de Adão e Eva a inclinação para o pecado.

Desde o princípio do mundo o ser humano tem vivido longe do propósito de Deus, entregando-se à vontade da carne e cometido toda sorte de impurezas e iniquidades, as quais maculam a sua vida cotidiana. Por sua própria iniciativa ninguém consegue vencer os desejos pecaminosos e buscar a Deus.

Em Romanos 8:1-17, podemos observar claramente a teologia do Apóstolo Paulo sobre a redenção do ser humano. Entendemos que com a nossa conversão, tornamo-nos novas criaturas e passamos a usufruir de todos os benefícios do relacionamento que temos com Cristo Jesus. Em razão da presença do Espírito Santo, o cristão obtém a sua redenção.

Nenhuma condenação

Sem Jesus, não teríamos esperança. Mas graças a Deus, Ele nos declarou inocentes e nos livrou de toda condenação que pesava sobre nós, Romanos 8:1. Estamos livres do sofrimento eterno. Devemos valorizar sobremaneira essa tão grande salvação que nos foi outorgada pela graça de Jesus, o qual pagou o preço da nossa redenção na cruz do calvário, morrendo em nosso lugar.

Triunfo sobre o pecado

Romanos 8:2 nos diz: “a Lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, nos livros da lei do pecado e da morte”. Esse “Espírito de vida”é o Espírito Santo. Ele é o poder libertador na vida do cristão. Podemos vencer todas as tentações que veem sobre nós com a ajuda providencial do Espírito Santo. O pecado não consegue dominar aquele que vive em Cristo Jesus. Vençamos todo mal.

Superação da vontade da carne

Com a nossa conversão a Jesus, deixamos de andar segundo a vontade da carne, Romanos 8:4-8. Passamos a andar no Espírito e seguimos pelo caminho do Senhor, que nos traz vida e paz. Necessitamos vencer a vontade da carne e abandonarmos tudo aquilo que entristece o Espírito Santo de Deus. Fujamos de todas as paixões pecaminosas para agradarmos ao Senhor.

Habitação do Espírito

Qualquer pessoa em quem o Espírito Santo habita é um cristão, Romanos 8:9-13. Podemos estar certos de que aqueles que confiam em Jesus Cristo como Salvador e Senhor são cristãos. Precisamos viver com temor e santidade junto ao nosso Deus, pois Ele habita em nós. É um grande privilégio do cristão, mas devemos viver de forma responsável em Sua presença.

Filiação divina

Em Romanos 8:14-17, Paulo usou a adoção para ilustrar o novo relacionamento do cristão com Deus. O filho adotado recebe todos os direitos de filho legítimo em sua nova família.

Temos o dever de valorizar o fato de que nos tornamos filhos e herdeiros de Deus. Que grande privilégio! Como filhos participamos dos verdadeiros tesouros como co-herdeiros de Cristo.

Vamos glorificar de todo o coração ao nosso Deus, pois Ele tem nos concedido uma grande redenção, livrando-nos de todo mal e condenação e tornando-nos seus filhos e herdeiros.

Pr. Advanir Alves Ferreira