Post Type

Jesus Cristo, o Filho do Deus vivo, se fez carne e habitou entre nós cheio de graça e verdade (João 1:14).

Nos céus, Jesus havia se apresentado ao Pai para fazer a Sua vontade (Hb.10:5-9). Ele veio ao mundo para cumprir a nobre missão de redimir pessoas aprisionadas pelo pecado e subjugadas à vontade do diabo. Jesus pagou, na cruz do calvário, o preço da nossa redenção. No texto que se encontra em Isaías 42:1-8, podemos perceber claramente a missão de Jesus Cristo. Ele repetiu algumas frases deste texto, em Mateus 12:18-21, apresentando-se como o enviado de Deus para redimir a humanidade caída. A Sua vinda ao mundo foi providencial e absolutamente necessária diante da situação caótica em que se encontrava o ser humano.

É o emissário da salvação aos gentios

O servo do Senhor mencionado em Isaías 42:1, trata-se do próprio Messias, o escolhido de Deus para vir ao mundo promulgar o direito para os gentios, com a unção do Espírito Santo. Precisamos ser verdadeiramente gratos ao nosso Deus pelo seu grande amor para conosco, enviando o Seu Filho amado para nos salvar. Sem a Sua vinda a terra, não teríamos nenhuma possibilidade de alcançar a libertação de nossos pecados e a redenção de nossas almas.

É o emissário da esperança ao desvalido

“Não esmagará a cana quebrada, nem apagará a torcida que fumega”, Isaías 42:3. Estas expressões falam da grande misericórdia de Jesus Cristo e de seu amor para com os fracos. Necessitamos compreender e apreciar esse grande amor revelado por Jesus, quando aqui esteve com o objetivo de socorrer as pessoas abatidas, desanimadas e desesperançadas. Ele trouxe uma nova esperança a muitas vidas desprezadas e marginalizadas pela sociedade.

É o emissário da nova aliança aos redimidos

Jesus é o mediador da nova aliança entre Deus e a humanidade, Isaías 42:6. Esta obra de Jesus Cristo está claramente revelada e descrita no Novo Testamento (Hebreus 9:15; 12:24). Devemos valorizar sobremaneira o sacrifício de Cristo por nós, o qual nos garante o perdão de nossos pecados e a gloriosa participação na nova aliança outorgada aos redimidos pelo Seu sangue. Aproveitemos esse grande privilégio com gratidão e muito temor diante de Deus.

É o emissário da libertação ao cativo

Jesus Cristo veio ao mundo para “para abrir os olhos dos cegos, para tirar da prisão os presos e do cárcere, os que jazem em trevas”, Isaías 42:7. Ele cumpriu a Sua missão com unção e graça. Podemos obter uma vida abençoada e feliz quando nos rendemos totalmente ao senhorio de Cristo Jesus. O Senhor nos liberta de todo o cativeiro do inimigo e abre os nossos olhos, para que conheçamos a plenitude da Sua graça. Sejamos livres e dedicados ao trabalho da igreja. Que grande privilégio tem o povo de Deus,em poder vivenciar as riquezas do Evangelho e da nova vida em Cristo Jesus. Somos mais que vencedores por meio de nosso amado Redentor.

Pr. Advanir Alves Ferreira