Post Type

A CELEBRAÇÃO DA CEIA DO SENHOR

Sem dúvida alguma, é um momento muito especial quando participamos da Santa Ceia do Senhor.

No culto de Santa Ceia temos a rica oportunidade de vivenciar uma excelente comunhão com o nosso Salvador. Pela graça de Deus, podemos nos assentar à Mesa do Senhor e crescer espiritualmente com a obtenção de novas e gloriosas experiências.

No texto que se encontra em I Coríntios 11:23-30, temos o primeiro relato sobre a Santa Ceia do Senhor. O apóstolo Paulo fora arrebatado pelo Senhor e recebeu grandes revelações do nosso Deus. Paulo tornou-se o primeiro servo de Deus a escrever sobre a preciosa celebração da Santa Ceia e enfatizou o seu grande valor e a necessidade de santidade dos comungantes.

Traz à memória o Sacrífico de Jesus

A Igreja Primitiva lembrava-se de que Jesus instituiu a Santa Ceia na noite da refeição da Páscoa. Da mesma maneira que a Páscoa celebrava a libertação da escravidão do Egito, a Ceia do Senhor celebra a libertação do pecado, por meio da morte de Cristo, I Coríntios 11:23-24. Precisamos valorizar sobremaneira o Sacrifício de Jesus, o nosso Salvador, uma vez que Ele sofreu e morreu em nosso lugar na cruz do calvário, para efetuar o pagamento da nossa dívida.

Traz à memória a Nova Aliança de Jesus

De conformidade com I Coríntios 11:25, Paulo relata as seguintes palavras de Jesus: “Este cálice é a nova aliança no meu sangue”, ou seja, uma aliança ratificada no sangue derramado por Jesus em seu sacrifício vicário por todo aquele que nele crê, sem acepção de pessoas. Podemos aproximar-nos do Trono da Graça, com ousadia e confiança, pois o Véu do Templo foi rasgado de alto à baixo e agora temos acesso à presença de Deus pela Sua Nova Aliança.

Traz à memória a Volta de Jesus

Em Coríntios 11:26, a Palavra de Deus nos afirma: “todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice, anunciais a morte do Senhor, até que venha”. Portanto, o texto não nos fala somente sobre o Sacrifício de Jesus, mas também enfatiza a sua volta que será breve. Necessitamos crer de todo o nosso coração na volta do Senhor para arrebatar o seu povo e temos a intransferível incumbência de anunciá-la a todos os povos, línguas, raças e nações.

Traz à memória a dignidade na presença de Jesus

Quando Paulo disse que ninguém deveria participar da Ceia do Senhor indignamente, I Coríntios 11:27-30, dirigia-se aos membros da igreja que estavam participando dela sem pensar em seu verdadeiro significado, ficando culpados do corpo e do sangue do Senhor. Devemos participar da Mesa do Senhor com grande temor, para não cairmos no exemplo de desobediência de alguns membros daquela igreja. Priorizemos uma vida santa diante de Deus. Por tudo isso, devemos ser gratos ao nosso Deus pelo Sacrifício de Jesus e pela Sua Nova Aliança para conosco, aguardando a sua gloriosa volta com dignidade em nossa vida cristã.

                                                                                                                             Pr. Advanir Alves Ferreira