Post Type

Os nossos pensamentos são muito importantes e influenciam o que desejamos alcançar. Se tivermos a mente contaminada pelo mal, com certeza, faremos coisas que trarão grandes prejuízos para nós mesmos e para outras pessoas com quem convivemos. Portanto, devemos nos preocupar com aquilo que ocupa a nossa mente, para sermos abençoados pelo Senhor.

No texto que se encontra em Provérbios 23:7a, podemos entender a força de cada um dos nossos pensamentos cotidianos. O sábio Salomão nos afirma: “Porque, como imagina em sua alma, assim ele é”. Quando meditamos no texto descrito, temos a clara percepção de que aquilo que pensamos é de suma importância em nossa vida, influenciando as nossas ações.

Vença os pensamentos pessimistas

De conformidade com Romanos 12:2, entendemos que Deus quer transformar a nossa vida, renovando a maneira de pensarmos e outorgando a nós uma vida abençoada e feliz.

Devemos nos esforçar para vencer todos os pensamentos pessimistas e acreditarmos que temos todas as condições para experimentar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Vença os pensamentos ruins                                                                   

O Apóstolo Paulo nos aconselha a programar a nossa mente com pensamentos abençoados, Filipenses 4:8. Desta forma, iremos impedir que pensamentos ruins domine a nossa mente.

Necessitamos vencer todos pensamentos ruins relacionados a nós mesmos, às pessoas com quem convivemos e até contra Deus, substituindo-os por coisas verdadeiras e de boa fama.

Vença os pensamentos maldosos                                                           

Jesus enfrentava e confrontava os escribas e fariseus que não criam nele, exortando-os a não pensar mal em seus corações, pois conhecia a cada um de seus pensamentos, Mateus 9:4.

Precisamos superar todos os pensamentos maldosos que surgem em nossa mente, para não fazermos o mal a quem quer que seja, pois estaríamos, desta maneira, desagradando a Deus.

Vença os pensamentos condenatórios                             

Jesus nos ensinou que cabe a cada um de nós examinarmos muito bem as nossas motivações e a nossa conduta ao invés de julgar o próximo, Mateus 7:1. Não podemos julgar e condenar.

Devemos ter compaixão das pessoas que pecaram e carecem do nosso perdão. Queremos ser perdoados cada vez que falhamos, então, fujamos de atitude condenatória contra o próximo.

Vença os pensamentos pecaminosos                                                   

No texto do Salmo 139:23-24, Davi pediu que Deus sondasse o seu coração e conhecesse os seus pensamentos, à procura de algum pecado e que o guiasse pelo caminho eterno.

Necessitamos examinar os nossos pensamentos e verificar se estamos tendo desejos que nos conduzem ao pecado. Não podemos deixar que pensamentos pecaminosos nos domine.

Podemos vencer os pensamentos pessimistas, ruins, maldosos, condenatórios e pecaminosos. Para tanto, precisamos ocupar a nossa mente com pensamentos saudáveis e virtuosos.

Pr. Advanir Alves Ferreira